Unimonte

Você é

Unimonte se consolida como o melhor Centro Universitário privado da Baixada Santista, segundo o MEC

17/03/2017

Unimonte apresenta a maior evolução da região no Índice Geral de Cursos - IGC, divulgado pelo MEC no último dia 8



No IGC (Índice Geral de Cursos), do Ministério da Educação, divulgado no último dia 8, a Unimonte obteve o maior crescimento entre todas as instituições de ensino privado da Baixada Santista.

Em 2013, o IGC da Unimonte era de 2,40. Em 2014, foi para 2,47. E, em 2015, ano da avaliação mais recente, subiu para 2,880, um acréscimo de 41 pontos, que representa 17%. O resultado foi divulgado no último dia 8, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), e coloca agora a Unimonte como o melhor centro universitário da Baixada Santista.

O IGC é calculado por instituição de ensino e considera a média dos CPC (Conceito Preliminar de Curso) dos cursos avaliados, no triênio de referência, ponderada pelo número de matrículas da graduação. Já o CPC é um indicador de qualidade que agrega diferentes variáveis: resultados da avaliação de desempenho de estudantes, ou seja, o Conceito ENADE; titulação e regime de trabalho do corpo docente; percepções dos estudantes sobre a organização didático-pedagógica, infraestrutura e as oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional. Trata-se do principal indicador de qualidade das instituições do Brasil para o MEC.



A Unimonte destacou-se ainda na avaliação por cursos (Conceito Preliminar de Curso – CPC). Comércio Exterior, Gastronomia, Gestão de Recursos Humanos, Processos Gerenciais e Publicidade e Propaganda, que foram avaliados como os melhores da Baixada Santista, obtendo nota 4 do total de 5. Destacaram-se também os cursos de Ciências Contábeis (nota 4), Administração, Direito e Logística (nota 3).

Hoje, a Unimonte ocupa no ranking nacional o trigésimo nono lugar de um total de 149 Centros Universitários e Centros Federais de Educação Tecnológica. No ano de 2014, a Unimonte ocupava a nonagésima posição.

O diretor do Núcleo Acadêmico da Unimonte, Flávio Garcia Sartori, relaciona o crescimento da instituição na avaliação federal com o conjunto de investimentos nos últimos três anos. “É a somatória da mudança do modelo de avaliação dos alunos mais próxima do que exige o MEC, da qualificação do corpo docente com 86% de professores mestres e doutores, do incentivo ao aluno com bolsas de pós-graduação, do planejamento acadêmico e do trabalho coletivo de toda uma equipe que culminou com a transformação em sala de aula”.

Cultura Maker

Na Baixada Santista, a Unimonte é a precursora da chamada Cultura Maker ou do conceito “A Vida é na Prática”, que vem rendendo resultados positivos na formação dos alunos.

Flávio Sartori explica melhor como a instituição enxerga a questão: “O jovem estuda muitos conteúdos em sala de aula, mas sente que falta aprofundamento no que será essencial para o seu futuro. Com o foco em conteúdo, os currículos acabam deixando de lado o ensino de habilidades e competências - e os jovens saem da escola sem saber como colocar os conhecimentos em prática”.

Investimentos em tecnologia e a reinvenção dos espaços são fundamentais para fazer o Movimento Maker funcionar dentro da universidade. Na Unimonte, há simuladores em tempo real, como o Analisador para Química Clínica e Analisador Hematológico, do curso de Biomedicina, que permitem que os alunos vivenciem as mesmas experiências de situações de clínicas reais. Outros exemplos são: impressora 3D (Engenharias); laboratórios de panificação (Gastronomia); laboratório de Biologia Molecular, possibilitando a ampliação do conhecimento a nível do DNA (Saúde); Simulador Canino e Felino (Medicina Veterinária); Simulador de Parto Natural (Enfermagem), Simulador de UTI (Enfermagem), Complexo de Comunicação - que contempla os estúdios de Rádio, TV e fotografia com equipamentos em HD, ilhas de edição; laboratórios de informática com computadores Apple (Comunicação e Arquitetura); equipamentos de alta tecnologia voltado às patologias capilares e corporais (Estética e Cosmética); e brinquedoteca (Pedagogia). 

Recentemente a Unimonte deu um passo a mais ao encontro do Movimento Maker: com a inserção da disciplina “Projeto de Vida”. Os alunos são desafiados a pensar em seus projetos futuros e anseios, instigando o seu potencial de realização.

Para apoiar essa iniciativa e os demais projetos ao longo do ano, a Unimonte inaugurou também três novos laboratórios: Maker Space, Laboratório de Ideação e Espaço Dínamo, que são espaços livres para utilização, equipados com todo tipo de material e ferramentas para produção manual, onde os alunos podem colocar a mão na massa e criar, encontrando na própria faculdade a estrutura necessária para a execução das atividades, incluindo seus projetos pessoais e extracurriculares.




Think4

©UNIMONTE | Rua Comendador Martins, 52, Bairro Vila Mathias | CEP: 11015-530 Santos/SP | Telefone: (13) 3228-2100