7 seriados e filmes que arquitetos precisam assistir já!

Quando o assunto são as grandes cidades, a demanda por arquitetos é enorme, afinal, eles são necessários em todo o lugar. Seja para decorar algum ambiente especial ou para criar a infraestrutura necessária para um empreendimento, uma habitação ou um projeto de planejamento urbano. Mas, diferente do engenheiro civil, o arquiteto tem que lidar com outras características de espaço, como estética, funcionalidade e conforto.

Uma forte característica desse profissional é a criatividade e é exatamente isso que os leva a ser tão importantes no mundo urbano. São eles os responsáveis pelo visual de uma cidade, ao propor novas estruturas e novas características a prédios, ambientes e todo o resto que envolve o planejamento urbano de uma cidade.

A partir de suas perspectivas, eles criam, recriam, inovam e renovam estilos e tendências através das décadas. E uma forma de retratar estas transformações é por meio do cinema e da televisão.

Algumas obras da sétima arte e dos canais de TV a cabo foram capazes de captar as sutilezas da profissão e retratá-las por meio de filmes, seriados e reality shows para que arquitetos e futuros arquitetos conseguissem identificar diversos aspectos relevantes para a prática da profissão.

Quer saber quais são eles? No post de hoje, listamos 7 para que você assista o mais rápido possível.

1. Urbanized (2011)

A principal questão debatida no filme é o futuro das cidades, analisando as estratégias de urbanização utilizadas e relacionando-as com problemas das grandes cidades, como o rápido crescimento demográfico e a concentração da população em grandes centos — enquanto outras cidades chegam a desaparecer. Ele conta com alguns dos mais famosos arquitetos e designers do mundo, como Rem Koolhaas, Norman Foster, Amanda Burden e Michael Sorkir.

É interessante, além desse, assistir aos outros dois filmes da trilogia: Helvetica e Objectified, ambos do mesmo diretor, Gary Hustwit.

2. Paris, Eu Te Amo (2006)

O longa-metragem não trata apenas de uma história, mas sim de vinte pequenas — podemos dizer que o filme é a compilação de vinte curtas-metragens. E qual a relação com o universo arquitetônico?

Cada uma delas acontece em diferentes bairros de Paris, o que mostra as diferenças entre cada um deles, suas características urbanas e a identidade de cada um — principalmente, quando se questiona qual o papel da arquitetura na constituição de uma cidade ou, neste caso, de um bairro.

O que chama atenção no filme é que ele quebra a ideia que Paris é um lugar perfeito, mostrando outras facetas da cidade.

3. Metrópolis (1927)

Aqui, a arquitetura é utilizada como um instrumento social ao apresentar uma cidade distópica do futuro — mais especificamente, no ano de 2026, que é dividida em linhas de acordo com o poder aquisitivo e a classe social. E, em cada lado da cidade, é possível ver uma determinada arquitetura.

Apesar desse contexto arquitetônico, o que realmente chama atenção e faz do longa-metragem uma obra-prima é a Torre de Babel que o diretor Fritz Lang criou, dando suas próprias interpretações das estruturas modernas e de art déco.

4. The Puritt-Igoe Myth (2011)

O documentário traz uma visão arquitetônica sobre um conjunto habitacional famoso na história dos EUA, o Pruitt-Igoe. Construído em 1954, o conjunto foi demolido logo em 1972, trazendo diversos questionamentos sobre os programas de habitação e a então criada Lei de Habitação, responsável pela construção deste e de outros conjuntos habitacionais. Na época, a política de habitação sofreu grandes mudanças por conta da Segunda Guerra Mundial.

Pruitt-Igoe é um símbolo normalmente usado contra a arquitetura moderna, que acabou segregando as classes por um período. Este processo ficou conhecido como “suburbanização”.

Tal como Metrópolis, o filme é um documentário que debate, além da história de um dos conjuntos habitacionais mais famosos, como a arquitetura pode impactar a população de uma cidade.

5. Extreme Homes (2012)

O seriado traz ao telespectador algumas casas que fogem totalmente do padrão arquitetônico, como, por exemplo, algumas que são penduradas em árvores.

Esse é um dos seriados que mais captam a essência da arquitetura por dois motivos: primeiro, por mostrar o quanto ela está relacionada a um determinado país e à sua cultura, ou seja, a sua ligação com a identidade de um povo ou com uma nação.

E segundo, por mostrar as inúmeras possibilidades de criação que um arquiteto pode ter, desprendendo-o totalmente de um padrão estrutural.

Ficou interessado? Assista alguns dos vídeos no site do programa.

6. Irmãos à obra (2011)

Os irmãos formam uma dupla capaz de salvar a vida de muitas pessoas e famílias — e é exatamente isso o que fazem. Jonathan Scott é empreiteiro e Drew Scott é corretor de imóveis e ambos ajudam casais a encontrar a casa dos seus sonhos, seja reformando uma antiga ou comprando uma totalmente nova.

Para os interessados em design de interiores e os curiosos sobre o dia a dia de arquitetos, a série é imperdível. Quer acompanhá-la mais de perto? Basta ligar a TV nas quintas-feiras, às 22h20. A série é transmitida no Brasil pelo canal Discovery Home & Health.

7. Decora (2015)

O design de interiores é uma área da arquitetura que conquista muitos dos profissionais, e também uma das mais empolgantes do mercado por conta das inúmeras possibilidades que oferece — e é exatamente isso o que a série mostra.

Ela retrata como um design bem-feito e adequado para o local é capaz de modificar completamente uma sala, um quarto e diversos cômodos com limitações de espaço. Além disso, mostrar como não é preciso a maior verba do mundo para adequar o design ao ambiente é outro detalhe do seriado que não deve passar despercebido.

Para acompanhar o programa semanalmente, sintonize no GNT todas as terças às 23h.

Muitos dos filmes e seriados estão disponíveis no Netflix ou são exibidos na própria TV, ou seja, sem desculpas para não assistir! Se você ainda está em dúvida de que essa pode ser a profissão certa para você, assistir a estes programas é uma boa maneira para acabar com todas os questionamentos sobre a área da arquitetura.

Mas, se você tiver alguma pergunta específica, fique à vontade para fazê-la no espaço para comentários.

Imagem: Paris, Eu Te amo (2006). 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *