8 dicas para controlar o nervosismo na hora do vestibular

A ansiedade é um sentimento que atormenta muita gente na hora do vestibular. Em um momento delicado como esse, até mesmo pequenos detalhes como uma caneta falhando na hora da prova podem ser responsáveis pelo início de uma crise de nervosismo!

É claro que esse sentimento é totalmente compreensível, já que se trata de uma prova importantíssima para a qual a maioria das pessoas passa o ano inteiro (ou até mais tempo) estudando. Por outro lado, também é superimportante aprender a mantê-lo sob controle, visto que ele pode por tudo a perder na hora da prova.

Para te ajudar, preparamos esse post com as 8 melhores dicas para controlar o nervosismo na hora do vestibular. Confira!

Durma bem no dia anterior

Estudos já comprovaram que é durante o sono que o cérebro cria as conexões neurais responsáveis por consolidar a memória de longo prazo. Nem precisa dizer o quanto isso é importante para lembrar do conteúdo na hora da prova, né?

Além disso, a falta de sono no dia anterior à prova pode fazer com que você já comece a resolver as questões cansado e com dificuldades pra raciocinar. Isso pode acabar dando a impressão de que você não estudou o suficiente — o que piora ainda mais a sensação de nervosismo!

Por isso, nada de ficar acordado até tarde da noite na véspera da prova. Vá deitar cedo e ainda que não esteja conseguindo dormir, continue deitado no escuro de olhos fechados. Uma boa noite de sono pode ser aquilo que vai te diferenciar dos demais candidatos.

Cuide da alimentação

Pode parecer bobagem, mas a alimentação tem um papel fundamental para um bom desempenho no vestibular. Na véspera e no dia da prova, é importante que o seu organismo não receba comidas muito pesadas, ou que o agridam, já que isso pode te deixar desconfortável na hora H.

Dessa forma, nos dias imediatamente anteriores à prova, procure comer em intervalos regulares (de 3 em 3 horas) e prefira refeições leves. Principalmente antes do exame, evite alimentos que nunca ingeriu, bem como refeições grandes e pesadas — esses tipos de comida demoram mais para serem digeridos, o que pode dar sono bem na hora da avaliação.

Lembre-se também de levar bastante água e alguma coisa leve para comer durante a prova, como barrinhas de cereal ou frutas. Chocolate, por exemplo, é uma ótima maneira de diminuir a ansiedade caso ela apareça no meio do exame!

Não estude na véspera da prova

Véspera da prova não é hora para estudar! Isso acaba dando a impressão ao cérebro de que tudo o que você fez até agora não foi o suficiente (principalmente se você se deparar com uma matéria nova), o que acaba contribuindo ainda mais com o nervosismo.

Por isso, confie na sua capacidade e relaxe no dia anterior à prova. Passe um tempo com os amigos e com a família, assista a um filme, dê um passeio… Essa é a hora de esquecer da prova, mesmo que apenas por alguns momentos!

Se você estiver muito nervoso, o máximo que pode fazer é aproveitar o dia anterior para revisões rápidas de assuntos recorrentes. Mas nada de se afundar nos livros, ok? Isso só piora o sentimento de antecipação!

Planeje o trajeto com antecedência

Todo mundo já se acostumou a ler notícias sobre os atrasados do vestibular. Apesar de a situação ter se tornado piada pra muita gente, é extremamente tensa para quem está prestes a fazer uma prova como essa! Ainda que você não perca a hora, já imaginou chegar estressado na prova porque se perdeu ou calculou mal o horário de sair de casa?

Para evitar acontecimentos como esses, planeje com antecedência o seu trajeto até o local da prova. Confira quanto tempo leva para chegar até lá e se planeje para chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência! Assim, caso ocorra algum imprevisto, você terá uma folga de tempo até que os portões se fechem.

Faça uma lista do que precisa

Nada pior do que chegar na prova e perceber que você esqueceu de levar a caneta da cor certa, ou deixou o relógio em casa e não tem como administrar o tempo, não é mesmo? Situações como essas podem piorar a ansiedade pré-prova, já que você terá que se preocupar não só em responder as questões, mas também em arrumar um jeito de resolver esses problemas.

Por isso, no dia anterior à prova, faça uma lista com tudo o que você precisa. Lápis, caneta, borracha, relógio, documento de identidade… Lembre-se de testar tudo antes de sair de casa para evitar surpresas! Também é importante levar canetas reserva, para o caso de uma delas parar de funcionar no meio da prova.

Leia as instruções e os enunciados com atenção

Muitos candidatos começam a prova tão ansiosos que ignoram a primeira folha da prova, já que ela contém “apenas” as instruções. Contudo, essas orientações são essenciais para fazer uma boa prova!

Geralmente, começamos a prova com o coração acelerado depois que o sinal é dado. Lendo primeiro as instruções, você tem um tempo de relaxar a sua mente por alguns minutos antes de partir para as questões. Além disso, elas podem conter informações importantíssimas para a sua prova! Já pensou responder às questões com uma caneta da cor errada? Ou confundir quanto tempo há disponível para fazer a prova?

Da mesma forma, a leitura atenta dos enunciados é fundamental. Na afobação, muitos candidatos ignoram a parte introdutória da questão para ir direto para as alternativas. Contudo, lá podem estar detalhes essenciais para a resolução da questão. Um erro bastante comum, por exemplo, é marcar uma alternativa correta quando o enunciado pede a incorreta. Por isso, leia tudo com muita atenção e sublinhe as partes importantes!

Comece com as questões mais fáceis

Muitas vezes, os vestibulandos começam a olhar as questões da prova na ordem em que elas aparecem. Contudo, essa estratégia pode ser uma furada: as questões mais difíceis podem estar no começo da prova e muita gente pode acabar se desesperando por antecedência, achando que as perguntas estão impossíveis. Esse sentimento de derrota por antecipação atrapalha (e muito!) o desempenho de qualquer pessoa.

Uma boa tática é começar a responder as questões das matérias que você tem mais facilidade. Esse método é super eficaz, até porque muita gente esquece que não é necessário acertar 100% das questões para ser aprovado, mas sim ter um bom número de acertos.

Começar respondendo questões que você considera fáceis faz com que você vá se sentindo mais confiante e tranquilo à medida em que avança na prova. É como se fosse um treino: as perguntas mais fáceis são como um “aquecimento” para o seu cérebro!

Administre bem o seu tempo

Um erro bastante comum na hora do vestibular é a má administração do tempo. Isso porque quando estamos muito concentrados, é normal perder a noção do tempo. Por isso, muitos alunos começam a fazer a prova sem nenhuma estratégia e acabam gastando muito tempo pensando em questões muito difíceis e ficando sem tempo no final da prova para responder as mais fáceis — o que acaba gerando aquela sensação de desespero que atrapalha qualquer raciocínio.

Em razão disso tudo, é importante saber gerenciar o tempo de prova. Seguir a dica anterior, por exemplo, é uma boa estratégia: responder as questões mais fáceis primeiro permite que você gaste todo o tempo de sobra para refletir sobre as questões mais complicadas.

Dê pausas periódicas para conferir quanto tempo ainda falta e se você está dentro do seu planejamento. Lembre-se também de separar um tempo no final da prova para preencher o cartão de respostas!

O vestibular é uma prova importantíssima que deve ser levada a sério, mas não deixe a ansiedade tomar o melhor de você! Além de seguir essas dicas, o segredo para se dar bem é confiar no seu próprio taco e na preparação feita ao longo do ano.

Conhece alguma outra dica para controlar o nervosismo na hora do vestibular? Conte pra gente aqui nos comentários!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *