Como aproveitar o celular em sala de aula?

O uso do celular em sala de aula é, normalmente, visto com maus olhos pelos educadores. Sob esse argumento, diversos estados já proibiram a utilização dos aparelhos pelos estudantes durante as aulas, restringido-os apenas aos intervalos.

No entanto, atualmente, os smartphones deixaram de ser um motivo de distração e de conversas paralelas e se tornaram auxiliares importantes no processo de aprendizagem, dentro e fora da sala de aula.

Diferentemente dos livros e dos cadernos, os estudantes levam o celular para todos os lugares, até mesmo para o banheiro e para a mesa da família durante as refeições. Então, por que não transformar esses aparelhos também em instrumentos de conhecimento?

Reunimos uma série de dicas para você que deseja aproveitar melhor os celulares em sala de aula. Confira!

Grave as suas aulas

Sabe aquela informação importante para as provas que você acaba perdendo enquanto tenta ouvir o professor e copiar a matéria? Com a ajuda do celular, dificilmente isso vai voltar a acontecer.

A maioria dos aparelhos vem equipado com um gravador de voz, que permite que você grave áudios das aulas mais longas, aquelas que trazem dezenas de informações, datas e acontecimentos importantes, que nem sempre dá para acompanhar.

Mas é importante não deixar esse material se acumulando na memória do seu celular. Todos os dias, após a volta das aulas, ouça o que foi dito pelos professores e anote as informações importantes. Você também pode guardar os arquivos mais relevantes em um pen drive ou em uma pasta do seu computador.

Economize tempo com cópias

Assim como o gravador, existe um outro recurso no seu celular que vai te ajudar a economizar tempo com cópias e evitar que você deixe passar informações importantes durante as aulas: a câmera.

Além de um excelente recurso para as selfies e fotos que você costuma postar nas redes sociais, a câmera é ideal para guardar as imagens, as ilustrações e os gráficos que os professores desenham no quadro. Afinal, você não quer perder tempo tentando fazer um único desenho, não é?

Essas fotos são importantes para facilitar a revisão de conteúdos e para ilustrar melhor aqueles que envolvem Física e Biologia, que trazem partes de plantas e dezenas de fórmulas sobre forças gravitacionais, por exemplo. Você pode ainda compartilhar essas imagens no seu grupo de estudos ou com os amigos, por meio das redes sociais.

Faça pesquisas sobre temas complicados

Em muitas aulas, é comum ficar perdido sobre o que o professor está falando. E, quando isso acontece, o celular pode te salvar. Aproveite a internet para fazer pesquisas em tempo real em sites de busca como o Google.

Outros recursos importantes para consulta são os dicionários ou os tradutores para as aulas de idiomas, como inglês e espanhol. Mas nem pense em fazer consultas na hora das avaliações, ok?

Administre o seu tempo

O alarme do seu celular não serve apenas para te acordar pela manhã. Esse recurso ajuda a administrar o tempo em sala de aula, principalmente, durante as provas que têm um período predefinido para o início e o fim.

Você também pode criar lembretes sobre prazos importantes de entrega de trabalhos, períodos de estudos para cada matéria e para a organização da sua rotina acadêmica.

Se jogue nos aplicativos educacionais

Hoje em dia, existe uma infinidade de aplicativos e jogos com foco na educação. E, quando se trata de conteúdo, não pense que são oferecidos apenas exercícios bobos e irrelevantes. Muitos profissionais conceituados na sua área já recorrem a esses aplicativos, seja para aprender um novo idioma, seja para estudar conteúdos importantes para fazer uma nova graduação.

É importante que você selecione os melhores aplicativos para as suas necessidades e mantenha-os no seu celular. Diferentemente dos livros e dos cadernos, você está com o celular sempre em mãos, o que facilita o estudo durante os intervalos, tempo em que está indo ou voltando da faculdade ou da escola, e, até mesmo, durante a aula.

Muitos desses aplicativos também oferecem recursos que ajudam os estudantes a controlarem cronogramas de aulas e de estudo, armazenam informações importantes sobre as disciplinas e trazem atividades e exercícios para complementar o aprendizado, principalmente de quem está se preparando para o vestibular. Muitas universidades e até mesmo o Enem já disponibilizam softwares e apps exclusivos com conteúdos voltados para as suas provas.

Compartilhe conhecimento

A tecnologia é uma importante aliada para compartilhar conhecimento. Mesmo que a sua universidade tenha um posicionamento mais fechado e restritivo ao uso do celular em sala de aula, reúna um grupo de amigos, nas redes sociais ou em grupos de WhatsApp, para compartilhar videoaulas do YouTube, artigos interessantes sobre as matérias que vocês estão estudando nesse momento e links que podem servir de referência para trabalhos ou que ajudem na resolução de exercícios.

Durante a aula, vocês podem aproveitar para tirar dúvidas sobre o que está sendo dito, por meio de mensagens instantâneas ou em grupos de discussões. Vocês podem também conversar com professores e sugerir a criação de canais de comunicação fora da sala de aula, em que vocês possam compartilhar conteúdos, datas de provas, atividades extras e até a digitalização de livros e artigos complementares às disciplinas.

Não se deixe envolver por distrações

O celular pode ser o seu melhor amigo em sala de aula e para as rotinas de estudos em casa, desde que seja utilizado da maneira correta. Pesquisar, trocar conhecimento e armazenar conteúdo importante são as melhores ações para que você consiga tirar proveito de todas as vantagens que a tecnologia pode trazer.

No entanto, se o seu tempo no smartphone se concentrar em conversas paralelas, atualização das redes sociais ou para acessar sites e blogs que não estejam relacionados ao que está sendo ensinado em sala de aula, você só vai se distrair, perder informações importantes e causar problemas com os seus professores, que podem se sentir incomodados com a sua atitude.

Use o celular para trocar conhecimentos e para aumentar o seu nível de aprendizado, e não como uma desculpa para fugir dos estudos e interromper a busca pelos seus objetivos profissionais.

E você, costuma utilizar o celular na sala de aula? Qual o posicionamento da sua escola ou da sua universidade em relação à tecnologia? Compartilhe com a gente nos comentários!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *