O que é preciso saber para seguir a carreira de médico veterinário O que é preciso saber para seguir a carreira de médico veterinário

O que é preciso saber para seguir a carreira de médico veterinário

Você sabia que a Medicina Veterinária é praticada desde tempos remotos? Os primeiros registros dessa profissão foram datados no ano de 4000 a.C. Há registros ainda na Babilônia e na Grécia Antiga.

Apesar de ser uma atividade antiga, a Medicina Veterinária como um curso de graduação surgiu somente em 1761, com a fundação da Escola de Medicina Veterinária, a primeira nesta área.

Você se interessa pela carreira de médico veterinário? Gostaria de conhecer mais sobre ela? Então, continue a ler nosso post!

O que é a Medicina Veterinária?

É uma ciência dedicada à prevenção, ao estudo e ao tratamento de doenças nos animais. Promove o controle da qualidade de produtos e variados de origem animal para o consumo de seres humanos. Pode ainda atuar no setor de controle de qualidade em empresas e realizar pesquisas na área de zoonoses.

Outras atribuições do profissional veterinário são a execução, o planejamento e a avaliação de programas que envolvem a saúde de animais, como erradicação de doenças parasitárias e saneamento ambiental.

O médico veterinário pode trabalhar também em indústrias, verificando as normas de higiene e controlando as tecnologias de produção. Em qualquer tipo de empresa que use matéria-prima de origem animal em sua produção, é obrigatória a presença desse profissional, para realizar o controle desses processos.

Em quais áreas o médico veterinário pode atuar?

O veterinário pode atuar em três principais campos: saúde pública — por meio da defesa das pessoas contra a transmissão de doenças por meio dos animais —, produção animal — na melhoria e na criação de características genéticas para uma raça específica — e cirurgia e medicina de animais — em que o trabalho é realizado em clínicas e em hospitais veterinários.

Vale lembrar que o profissional dessa área pode trabalhar com animais de estimação, de laboratório, silvestres, para exibição em zoológicos, entre outros.

Como é o curso de Medicina Veterinária?

O curso possui duração de 5 anos e é ofertado na modalidade de bacharelado. Em geral, as aulas são ministradas em tempo integral, em que são mescladas as disciplinas teóricas com as práticas.

Nos dois anos iniciais, as aulas são um conjunto das áreas de Exatas, Ciências Biológicas e Ciências Sociais e Aplicadas. A partir daí, os alunos passam a ter disciplinas mais específicas, como doenças e técnicas cirúrgicas. As atividades práticas também ganham mais espaço, sendo que a maioria delas são realizadas em laboratórios e, em algumas, há a presença de animais. O estágio é obrigatório e deve ser feito no final do curso, com o intuito de testar os conhecimentos dos alunos.

Quais as disciplinas ministradas no curso de veterinária?

São inúmeras as matérias ministradas ao longo do curso, sendo que elas são dividas por áreas e vão se tornando mais práticas conforme o andamento do curso. Entre as principais disciplinas podemos citar:

  • Morfologia dos animais;

  • Anatomia;

  • Microbiologia;

  • Genética;

  • Parasitologia;

  • Nutrição;

  • Cirurgia Veterinária;

  • Biologia;

  • Química.

Como é a oferta do curso de Medicina Veterinária pelas instituições de ensino superior?

No Brasil, existem mais de 100 cursos de veterinária, em faculdades e universidades particulares e públicas. Porém, é preciso ressaltar que são necessários alguns cuidados antes de escolher em qual instituição de ensino ingressar.

Primeiramente, é necessário que a faculdade seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), pois somente assim o curso tem validade e o estudante pode receber seu diploma após sua conclusão.

Além disso, é preciso que o estudante tenha noção, mesmo que básica, de qual campo deseja atuar. Isso pelo fato de que algumas instituições de ensino focam mais em uma determinada área, graças à demanda da região onde ela se encontra e a sua localidade.

O estudante deve ainda avaliar quais os recursos educacionais estão disponíveis na faculdade ou na universidade, como biblioteca atualizada, hospital veterinário com equipamentos adequados, professores capacitados e recursos tecnológicos.

Como está o mercado de trabalho para a carreira de médico veterinário?

Desde que foi reconhecida como profissão, a Medicina Veterinária passou por profundas transformações. Antes, seu principal objetivo era curar males ocasionais, sem nenhum tipo de especialização — todos os profissionais dessa área exerciam as mesmas funções. Atualmente, assim como na Medicina, a carreira de veterinário é ampla, oferecendo oportunidades para o profissional trabalhar em diversos campos.

Além disso, o Brasil é o segundo maior mercado mundial em quantidade de animais domésticos. Esse número elevado mostra que a procura por veterinários é crescente, valorizando essa profissão.

Porém, não são somente os animais de pequeno porte que aquecem o mercado veterinário. A agropecuária é uma outra opção que vem se expandindo para os veterinários. Isso se deve ao aumento de rebanhos na agropecuária, que faz com que sejam necessários mais veterinários para cuidar deles.

Ainda existem boas chances na indústria de produtos de origem animal, graças à falta de profissionais qualificados para adequá-las às normas de exportação, e na área de medicamentos e de produtos veterinários.

Todos esses fatores mostram como a carreira de médico veterinário possui um futuro promissor. Mas é preciso cuidado: os veterinários precisam estar inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CMV) para poder exercer a sua profissão. Assim como em todas as carreiras, a de médico veterinário também necessita e exige profissionais qualificados!

Especializações da carreira de médico veterinário

Veterinária clínica

Essa especialização é a mais clássica e a mais escolhida pelos veterinários. Nessa área, o profissional vai cuidar de animais de pequeno porte, como cães e gatos. Dentro desse campo, ainda existem outras especializações, como ortodontia, oftalmologia, cardiologia, dermatologia, urologia, ginecologia, entre outras. Isso ocorre devido ao elevado nível de exigência dos donos de animais, que preferem optar por veterinários que tenham total domínio de determinada área.

Medicina veterinária ambiental

A área estuda os animais silvestres no seu ambiental natural. Cuida da saúde dessas espécies, identificando quais os tipos de doenças podem se desenvolver nesses locais e contribuindo para a preservação desses animais. Pode ainda tratar da reabilitação de animais que foram criados em cativeiros e precisam ser devolvidos à natureza.

Veterinária industrial

O profissional que se especializar nessa área vai acompanhar todo o processo de produção de alimentos, desde aqueles desenvolvidos para animais até para as pessoas. Tudo que envolver origem animal em indústrias entrará no campo de atuação dessa especialização.

Controle de população de animais

Este é um tipo de especialização mais voltada para a agropecuária. Ela desenvolve técnicas para a nutrição e para a criação de rebanhos, faz melhorias genéticas, por meio da fertilização in vitro, além de trabalhar com a reprodução e genoma de espécies privilegiadas.

Percebeu como é ampla a carreira de médico veterinário? Além disso, o mercado de trabalho está em alta para essa área, aumentando ainda mais o seu prestígio!

Possui mais alguma dúvida sobre a carreira de médico veterinário? Então, compartilhe com a gente aqui nos comentários!