São Judas promove bate-papo sobre mercado de trabalho para a população transsexual

O Colorir-se, Núcleo LGBTQI+ formado por alunos da São Judas, celebra o dia Internacional da Visibilidade Trans com debate sobre desafios e avanços de pessoas Trans no mercado de trabalho

Formado por alunos da comunidade LGBTQI+, o Núcleo Colorir-se tem como objetivo, tornar o ambiente universitário cada vez mais inclusivo, fazendo com que os estudantes se sintam respeitados e livres para expor suas ideias e compartilhar suas experiências, sem barreiras ou preconceitos, contribuindo assim para o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um.

Por meio de atividades e projetos que englobem ensino, pesquisa e extensão, o núcleo pretende favorecer a disseminação de conhecimento acerca da comunidade LGBTQIA+, colaborando com a construção de um ambiente singular onde todos possam se respeitar.

Para ajudar a contribuir com estes objetivos e comemorar o Dia Internacional da Visibilidade Trans (31 de março), no dia 25 de março de 2021, às 18h00, o Colorir-Se realizará um bate-papo (via YouTube) com a Cofundadora da plataforma TRANSEMPREGO e da consultoria Integra Diversidade, Maitê Schneider com o tema: empregabilidade trans: desafios, avanços e perspectivas.

Maitê, uma mulher trans de 49 anos, é fundadora da plataforma Transemprego que é atualmente o maior banco de dados de currículos e vagas para pessoas trans do Brasil. Uma plataforma que abre portas e esperanças a comunidade trans brasileira, em um país que lidera o ranking mundial de assassinatos a transsexuais.

Serviço:

O que: Empregabilidade trans: desafios, avanços e perspectivas

Quando: quinta-feira, às 18h

Onde: Via YouTube, através do link  https://youtube.com/channel/UCr7zz918clZbS4LG8IQYbUg

Quanto: Gratuito