Universidade de Santos desafia alunos a criarem serious game sobre inclusão

Estudantes tiveram 36 horas para desenvolver os jogos 

No final de outubro, o Centro Universitário São Judas – Campus Unimonte, em Santos, promoveu sua I Game Jam, para alunos da casa e de outras escolas da Cidade, lançando para as equipes o desafio de criar, em 36 horas ininterruptas, um jogo digital interativo com a temática da inclusão.

O resultado não poderia ter sido melhor. Além de reunir alunos do curso de Jogos Digitais da São Judas, o evento contou também com a participação de estudantes do Ensino Médio da Cidade.

As sete equipes participantes abraçaram para valer a missão de desenvolver um Serious Game ou Jogo Sério, uma ramificação dos jogos digitais mais voltada para o aprendizado e não somente para o entretenimento.

Do desafio saíram ideias especiais, como um jogo que tratava de autismo e da locomoção em cadeira de rodas e outro sobre a vida das mulheres. Durante a competição, os estudantes permaneceram nas dependências do campus Unimonte, onde se alimentaram e descansaram.

A Game Jam teve início na manhã do sábado (19 de outubro) e término às 21 horas do domingo (dia 20). A banca de avaliação, formada por professores do curso de Jogos Digitais da São Judas – Unimonte e pelo representante do Parque Tecnológico de Santos, Márcio Lara, considerou critérios como originalidade, jogabilidade, funcionamento, estética e coerência.

A equipe vencedora é do primeiro ano do curso de Jogos Digitais da São Judas e desenvolveu o jogo Cabra da Peste, que trata da inclusão dos nordestinos em São Paulo e no Rio de Janeiro. “O preconceito era um dos obstáculos que o nosso personagem, um ambulante nordestino, sofria ao tentar ganhar a vida no Sudeste”, explica Guilherme Nunes Fernandes, um dos integrantes da equipe vencedora, que planeja dar um upgrade no jogo.

O segundo colocado da Game Jam foi The Blind Journey, sobre  inclusão de pessoas com deficiência visual, e o terceiro foi Winter Storm, sobre uma garota que ganha coragem e supera seus medos para salvar a sua comunidade em meio à uma forte tempestade.

“O objetivo da Game Jam foi promover o aprendizado e a experiência no design e desenvolvimento de jogos, através de um evento social criativo e divertido, para a criação de um jogo digital em curto espaço de tempo, estimulando o pensamento criativo e novos jogos experimentais”, destaca Lívia Buendia, coordenadora e professora de Jogos Digitais da São Judas – Unimonte.